domingo, 5 de setembro de 2010

Indo além do trivial

Tem certas falas muito comuns de se escutar quando trabalhamos com educação, seja ela formal ou não: "Os alunos não se interessam por nada!", "Eles não querem saber de nada!", "Já tentei de tudo e eles não querem ouvir..", "É impossível essa sala..."

Eu concordo que muito do que a escola poderia (e deveria) ser está perdido em algum lugar do tempo e espaço e hoje temos levas de crianças desencontradas nas muitas salas de aula abarrotadas do nosso país. Mas detesto generalizações burras e, além disso, pessoas que se valem de "muletas" para justificar a própria incompetência.

Manter-se em constante evolução é o desafio de quem educa atualmente. O complicado é que a desmotivação dessa classe profisisonal é geral... O ritmo de trabalho é estressante e perde-se mais tempo com resolução de conflitos e menos com educação.. Quando há o espaço, acontece também do profissional responsável não ter competência suficiente para sua função. Didática é fundamental e, juntamente com condições materiais adequadas e um sistema que exija compromisso de todas as partes envolvidas, pode ser a chave para construir uma escola voltada realmente para a formação do ser humano.

Minha obra prima!!!

Meu trampolim de pneu fez sucesso. Eu podia estar lamentando que a escola não possui espaço e materiais para que eu pudesse desenvolver um trabalho na ginástica, podia estar apostando no mesmo e culpando os alunos pelo fracasso de minhas tentativas em aula... Mas arregacei as mangas, mesmo sabendo que o reconhecimento é mínimo. Peguei firme em meu projeto, fiz algo que sabia que traria outra cara para as aulas e pude comprovar que estava certo. Mais do que saber o que ensinar, é necessário repensar o COMO, quais métodos são os mais adequados.

Estou finalizando a temática nas quintas séries, montarei as coletâneas de registros, digitalizarei alguns melhor elaborados e colocarei aqui para que possamos conversar.

Abraços a todos! Obrigado pelas visitas

15 comentários:

  1. Querido GUILHERME,

    Parabéns pelas escritas e principalmente pela sua dedicação profissional...

    Dizer hoje em dia que "Os alunos não sabem nada!" é típico para revelar o "caráter" de um profissional da educação...

    Além do mais, frases como esta, só tende a mostrar o comodismo..é muito cômodo dizer que alguém não tem potencial, quando na verdade, o profissional não está afim de arregaçar as mangas e pôr a mão na massa.

    Precisamos não só de melhora na educação estadual por parte do governo, mas sim, por uma grande parte de docentes e profissionais da educação.

    Beijos.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Essa história parece muito repetitiva. Eu não páro de me deparar com ela nas aulas de licenciatura, ou por parte dos docentes, trazendo essa perspectiva, ou por parte dos meus colegas, que já atual, dividindo suas experiências. Tudo isso me faz comprovar aquela velha história de que só vai pra frente quem se mexe. E essa não é uma dica que vale só para a educação, mas para todas as áreas. Se você quer ver alguma coisa mudando, comece você. Parabéns pelo exemplo, Freitas! :)

    ResponderExcluir
  3. Paulinha:

    Obrigado pelas palavras. A dedicação é algo que jamais vou conseguir retirar da minha prática docente, ainda mais no ensino público. Agradeço a visita, volte sempre!!

    ResponderExcluir
  4. Mari Baroni:

    Fica fácil se esconder atrás dessas análises infundadas e esse tipo de gente está sobrando ( e muito, já faz hora extra!!) na educação. Embora acredite que o sistema de ensino em nosso país necessite de reformulação, acho que essa mudança passa pela capacidade profissional docente. Beijos!!!

    ResponderExcluir
  5. Olá Guilherme.
    Seu post foi publicado na teia .
    Se você puder colocar uma foto nas postagens posteriores ajudaria pois a plataforma que uso exige pelo menos uma imagem ,e o post ficaria mais atrativo também.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  6. Olá Guilherme.
    Seu post foi publicado na teia .
    Se você puder colocar uma foto nas postagens posteriores ajudaria pois a plataforma que uso exige pelo menos uma imagem ,e o post ficaria mais atrativo também.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  7. Respondendo a sua pergunta :
    Sou Corinthiano mano!!!rsrs
    Mas não poderia negar espaço para um parceiro mesmo que São Paulino!rsr
    Até

    ResponderExcluir
  8. Alfredo, atualizado e ilustrado!

    Certo, certo, vou tolerar seu time mas só pq vc é gente boa! Abraços!!

    ResponderExcluir
  9. Olá muito legal o seu trabalho.. eu também desenvolvo trabalhos dessa especie..
    Estou cursando o 4º período o curso de educação física. Uns dos trabalhos é confeccionar materiais alternativos para a pratica da ginastica, queria saber com detalhes como se constrói esse trampolim de pneu será que vc poderia me ajudar..
    ps: estou tentando fazer um á meses e não consigo!

    Obrigada

    ResponderExcluir
  10. Cara Liliane, a construção do trampolim é simples e ficarei feliz em ajudar! Como vc não deixou nenhum endereço de contato, peço que me escreva no GUILHERMEFREITAS@PROFESSOR.SP.GOV.BR e podemos trocar ideias!

    Obrigado pela visita e volte sempre!

    ResponderExcluir
  11. Olá Guilherme! Gostaria de saber o passo a passo do trampolim e se vc confeccionou outro material para trabalhar ginástica.

    Obrigada!

    julicampos6@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliana Campos

      Respondi sua dúvida pelo email, espero que tenha chegado! Boa sorte com o trampolim de pneu e continue visitando o blog. Obrigado!

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Pode me explicar como fez o trampolim?
    email flaviaggggg@hotmail.com (13) 982201035 wats

    ResponderExcluir
  14. Pode me explicar como fez o trampolim?
    email flaviaggggg@hotmail.com (13) 982201035 wats

    ResponderExcluir

Ficarei feliz em ler sua opinião, seu comentário ou sua reclamação a respeito do meu post! Responderei assim que for possível e aqui mesmo nos comentários. Obrigado por participar e ajudar a construir a LUDocência!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...